quinta-feira, 12 de maio de 2011

Direção do Terra Encantada proíbe Igreja Sara Nossa Terra de exercer atividades

A Igreja Sara Nossa Terra tem liminar da justiça e alvará de liberação da Defesa Civil para funcionar, mas espaço é lacrado e funcionários impedidos de entrar.
A igreja Sara Nossa Terra, com sede principal em Brasilia e diversas  unidades no Rio de Janeiro, está sendo impedida, pela direção do Parque  Temático S .A. de funcionar, apesar de estar em vigor o contrato de locação onde a igreja é locada desde 2001.
Os administradores do Parque Temático lacraram os portões das entradas do parque, arrombaram a igreja e invadiram o interior do espaço locado, bagunçando todo o interior afim de caracterizar abandono.
Os membros da igreja estão aguardando a decisão do Juiz Mario Cunha da 2a. vara cível da Barra da Tijuca, para retomarem as atividades.
A igreja desde dezembro de 2010 obteve liminar da justiça e alvará de liberação da Defesa Civil para continuar funcionando. A Terra Encantada foi interditado pela Defesa Civil em junho de 2010, quando uma senhora despencou da montanha russa e veio a falecer. Porém, a Sara Nossa Terra possui laudo da mesma para funcionar.
No último dia 5, a direção do Parque lacrou todas as portas e chumbou as entradas de acesso, o que impossibilita o ingresso de profissionais da igreja ao local.
Não é possível que o espaço locado pelo Barra Show, para festas, sambas e pagode  possa funcionar e uma igreja não .
Tudo encontra-se na mão da justiça.
A Sara Nossa Terra aluga um salão de 1.000 metros quadrados e um prédio de dois andares no Parque, e possui diversos equipamentos de som (piano, bateria, microfones, mesa), computadores e móveis de escritório, que não podem ser acessados pelos funcionários da igreja.
Desde que ingressou no Parque, a igreja sempre honrou com seus compromissos pagando aluguel e todas as contas em dia, quando a partir do ano de 2008 após acumular tantos prejuízos, acionou  para ser ressarcida de muitos prejuízos causados pelos administradores e pelos investimentos feitos para a construção do templo, vale ressaltar que sempre quitou com as despesas do condomínio do parque. A direção da Sara já entrou na justiça contra o Parque. Hoje, 40 famílias trabalham para a igreja.
==> Agora nos perguntamos o porque desta ação tão radical do parque a essa altura do campeonato...

5 comentários:

  1. Na minha opinião, não deve ter igrejas dentro de Parques Temáticos porque não tem nada haver.

    ResponderExcluir
  2. Concordo em gênero, numero e grau.

    ResponderExcluir
  3. Aguardando boas noticias.
    Vamos torcer gente!

    ResponderExcluir
  4. Se pode ter festas GLS por que não uma igreja? Desde que pagem os alugueis em dia como me parece que a igreja sempre pagou, por que não poderia uma igreja SIM funcionar dentro do parque? O que não pode é depois de ter locado a direção do parque fazer este papelao que fez....Pelo amor de Deus não é o Direção da Terra encantada, abrem os olhos, vocês alem de falidos fizeram feio em invadir o espaço locado pela igreja!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Deus é justo!!! por conta dessa sacanagem que o parque fez a casa Dele, ele deu o castigo ao parque. se os funcionários do parque não fizessem isso, aquele parque estaria sendo abençoado por Deus próspero, Deus iria fazer daquele parque o maior do mundo! do mesmo jeito que o parque lacrou as portas da igreja, Deus lacrou as portas do parque. eu amava esse parque, agora por causa de babaquices dos funcionarios do mesmo, agora a maldição paira naquele parque

    ResponderExcluir